Colheita de bulbos anima produtor de gladíolo


Por: Equipe PhenoGlad

 

O produtor Milton Cauzzo colheu os cormos (bulbos) na lavoura de gladíolo onde havia colhido as flores para o Dia das Mães.

O produtor de gladíolo em Santa Maria, Milton Cauzzo, que vem se destacando na produção e comercialização da flor do gladíolo, agora está também contente com sua produção própria dos cormos (nome dos bulbos de gladíolo).

É o que a equipe PhenoGlad presenciou ontem (25/07), Dia do Colono e do Motorista, quando chegou na propriedade do sr. Milton. Ele e um funcionário estavam realizando a colheita dos cormos de gladíolo. A lavoura foi plantada no verão visando a colheita das hastes florais para o último Dia das Mães, e Milton aproveitou a lavoura deixando as plantas para produzir seus próprios cormos. ”Estão com ótimo aspecto, sadios e bem formados” comemorou enquanto mostrava a produção colhida que já estava no reboque atrás do seu trator. “Vou economizar bastante para os próximos plantios que pretendo fazer daqui para frente, pois quero aumentar a produção, mas preciso baixar custos e os custos com bulbos novos são altos”, concluiu Milton.

Cormos colhidos pelo produtor Milton Cauzzo tem boa qualidade.

Como alternativa para agregar renda ao pequeno produtor, o gladíolo tem a vantagem de ser uma cultura de flor de corte adaptada ao cultivo a céu aberto, exigindo pouco investimento em infra-estrutura, o que é ideal para pequenos agricultores familiares. E ainda tem essa vantagem de o agricultor poder produzir seus próprios bulbos, desde que faça o manejo adequado, como por exemplo deixar quatro a seis folhas na planta ao cortar a haste floral, pois estas folhas é que vão permitir o crescimento adequado dos cormos. Em no máximo dois meses após a colheita das hastes florais, os cormos estarão prontos para serem colhidos. Após a colheita, os cormos deverão ser limpos e ficar por 3 a 4 semanas em geladeira (temperatura de 2 a 5oC), para só depois serem plantados. Ainda, o produtor deve ficar atento à qualidade fitossanitária dos cormos, eliminar aqueles que apresentam sintomas de podridão já na colheita, evitando assim a contaminação do lote. A equipe PhenoGlad apoia e incentiva os pequenos produtores familiares a buscarem alternativas que agreguem renda, visando sua sustentabilidade e permanência no campo. Espécies de flores como o gladíolo se encaixam nesta proposta.